segunda-feira, 9 de junho de 2008

CRTV

Centro de Rádio e Televisão


O CRTV começou no ano de 2000. Criado e montado pelo professor Pedro Jorge, cineasta que na época trabalhava na UCB. O Centro foi criado para atender as disciplinas de televisão e rádio.

O Centro de Rádio e Televisão é o laboratório de audiovisual do Curso de Comunicação Social. Professores e alunos, com o apoio de técnicos da área, realizam atividades de produção e edição em áudio e vídeo, no âmbito de disciplinas curriculares e de projetos do próprio Curso.

O CRTV-UCB está instalado no segundo andar do prédio K, onde funciona o Curso de Comunicação Social, ocupando uma área de 130m², abrigando as dependências de rádio e de televisão. O Centro é dotado de um conjunto de equipamentos de alta tecnologia, tratamento acústico e térmico conforme especificações técnicas, grande capacidade de produção e prestabilidade para o desenvolvimento das atividades didáticas.

Laboratório de Televisão
Destina-se a oferecer orientação específica às disciplinas de Telejornalismo I e II e Produção e Edição em TV, bem como os meios para produção, edição e acompanhamento da realização de vídeos e outros recursos audiovisuais pelas demais disciplinas e projetos do próprio Curso e de outras instâncias da Universidade.

O Laboratório de TV ocupa uma área de 96m². Compõe-se de estúdio, sala de direção de V, sede de texto, estação de computação gráfica e ilhas de edição digital.

Laboratório de Rádio
O objetivo do Laboratório de Rádio é proporcionar condições de ensino­aprendizagem das técnicas básicas de rádio e, também, integrar os vários cursos da UCB por meio de informações e programas. Da mesma forma que no Laboratório de TV, no de Rádio é dada orientação específica aos alunos em disciplinas curriculares -no caso, Radiojornalismo e Produção e Edição em Rádio, bem como são disponibilizados meios para a realização de produtos interdisciplinares e de projetos do próprio Curso e de outras instâncias da Universidade.
O conjunto do Laboratório de Rádio ocupa, aproximadamente, 30m², onde estão instaladas a cabine de locução e a sala de operações. Nele são produzidos:
- Jornal Universitário: elaborado pelos alunos da disciplina Radiojornalismo; veiculado durante o intervalo, três vezes por semana, no âmbito do Bloco K; informações do Curso, da Universidade, e sobre política, economia e cultura;
- Programas sobre estilos musicais: veiculado no âmbito do bloco K, durante o intervalo, duas vezes por semana; -Programas musicais – grandes músicos brasileiros: duração de 60 minutos; veiculado no horário de almoço, no âmbito do bloco K.

TV Universitária
O Centro de Produção de Rádio e Televisão (CRTV) do Curso de Comunicação Social da Universidade Católica de Brasília, criado em 1999, vem desenvolvendo, nos últimos anos, um amplo trabalho de orientação e produção de programas de rádio e televisão. A produção engloba tanto o atendimento do corpo discente, no que diz respeito às atividades laboratoriais e de treinamento, realizadas nas disciplinas das respectivas áreas, incluindo as orientações e produções de projetos experimentais de final de curso, quanto a cobertura de eventos dentro e fora da Universidade.
Dessa forma, o trabalho desenvolvido no Centro apresenta um grau considerável de competência e organização, o que permite a proposição de novas frentes de atuação. Um caminho natural para o processo é, portanto, a implementação de princípios que são a base da própria Comunicação, enquanto área de conhecimento e atuação, ou seja, o desenvolvimento de sistemas de informação cada vez mais abrangentes e eficientes. A proposta de implantação de uma TV e de uma Rádio Universitárias visa à concretização deste objetivo. Além de fornecer um treinamento mais eficiente e abrangente aos alunos e profissionais envolvidos, permitirá a criação de um canal de comunicação extremamente eficiente no interior da Universidade, por meio de um rede interna de televisores, por meio da qual será transmitido também o sinal de rádio, e, posteriormente, levar a Universidade para além dos seus muros por meio do Canal Universitário via cabo.
Tal propósito mostra-se extremamente viável, uma vez que a legislação brasileira estabelece que as empresas atuantes no serviço de televisão a cabo devem disponibilizar, gratuitamente, às Instituições de Ensino Superior, o acesso a um canal de TV, como contra partida à concessão feita pela União, para exploração comercial de um bem público.

Um comentário:

arda disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.